www.agostinhorosa.com.br

  ->  Cidade natal
Ante-sala
Profissional
Pessoal
Lazer
Blog
Artigos
Tutoriais
Programas
Contatos

Dicionário de MineirÍs

Ao viajar pela primeira vez para Minas Gerais, caso você não conheça muitos mineiros, pode ter dificuldades em entender o palavreado e em se fazer entender. É bom tentar se adaptar, já que nos lugares mais tradicionais, pessoas de fala difícil ou muito correta podem ser tomadas por "exibidas" (presunçosas ). Estas são algumas dicas para que você não dê vexame.

Noções de Mineirês para "estrangeiros".

Apesar de ter fama de fala-mansa, o bom mineiro costumar "engolir" uma parte das palavras, principalmente as últimas sílabas. Por exemplo, veja a seguinte frase traduzida para o mineirês:

- Mineiro engole metade das palavras.
- Minerr engol metádaspalavra.


engol pronuncia-se como se se fosse falar goleiro, mas parando-se bruscamente antes de se pronunciar o "e".
- "Uai" é indispensável. Uai significa nada e tudo ao mesmo tempo. Tudo depende do contexto e da entonação.
"Mas comus mineir gosta de falá, uai é uai, uai...."
- Para se admirar ou aprovar alguma coisa solte um sonoro:
"Mai qui belêzz!"
- Para pedir uma confirmação pergunte:
"Émêss?"
Significa: É mesmo?
- Para pedir que alguém concorde com você, dispare um:
"Némêzz?"
Significa: Não é mesmo?
- Para reforçar qualquer expressão, use "Dimái da conta".
"Issé bão dimái da conta!"
- Em conversas informais, principalmente em bares, comece todas as frases por "Rapái". Com um pouco mais de entonação, pode servir para indicar uma exclamação: "Rapáááíiii !!!!".

- Use sempre "i" no lugar de "e". Exemplos:
menino minino
especial ispecial
eu e ela eu i ela
vestido vistido

- Para chamar a atenção para você mesmo, diga:
"óiquió."
Significa: Olhe aqui.
- Para chamar a atenção para outra coisa, diga: "óiquió" e aponte o dedo para a coisa.

- Na falta de vocabulário específico para qualquer objeto, utilize a palavra "trem", que serve prá tudo, exceto prá definir transporte ferroviário.

- Embora se diga que mineirr chama trem de coisa, isso é só em piadas. Se você disser que vai sair prá pegar a coisa, certamente será mal interpretado. Trem é trem-de-ferro.

- "Onzz" não é número, é o meio de transporte coletivo rodoviário.
"Ói, lá vem o onzz da seis!"
- Se você não sabe onde está e nem prá onde vai, pergunte:
"Oncotô?"
Significa: Onde é que eu estou?
"Proncovô?"
Significa: Prá onde eu vou?
"Pron nóisvai?"
Significa: Prá onde nós vamos?
- Use sempre o sufixo diminutivo "in". Exemplo:
pequeno piquininin
lugar lugarzin
mineiro mineirim
pouco pôquím
coisa pequena trenzim

- A exceção é a palavra coisa. Coisinha pode ser interpretada como boiola, em alguns lugares.

- Se estiver com fome, peça "cafezin cum pão dji queijj".

- Prá ajudar a fazer café, primeiro pergunte:
"Pópoupó"?.
Significa: Posso por o pó [de café]?

Se responderem "pópô", é afirmativo.
Se achar pouco, ou que o café ficou ralo, pergunte:

"Pópô mapoquim dipó"?
Significa: Posso por mais um pouco de pó?
- Se você for convidado prá "tomá um cafezin laimcáss" (Tomar um cafezinho lá em casa), mas não estiver certo se poderá ir, diga simplesmente:
"Confófô eu vô."
Significa: Se der, eu irei.
- Se algo o impedir de ir, explique:
"Eu tenquifazê uns negocim hojj."
- Se não souber de alguma coisa, seja enfático, duplicando a negação:
"Num sei não."
- Para avisar que você está indo para o banho, diga preguiçosamente:
"Máaabaaainnnn."
- Para ofender alguém, diga:
"Máabainn na soda!"
Significa: Vá tomar banho na soda! (não é refrigerante, é NaOH mêsss...)
- Para ofender mais severamente, diga:
"Cêbêsta sô!"
Significa: Você é uma besta!
- Se alguém lhe pedir ajuda "pá redá uns trem", prepare-se prá fazer força. "Redá" é o mesmo que "rastá", ou tirar alguma coisa do lugar. Exemplo:
"Júda redá ess trem quió."
- Ao terminar uma frase, conclua com a palavra "Sô"; ou "Sá" se estiver falando com uma mulher.

Fala de mineirim é assim mêsss. Máêtapovimbão, sô.


Topo da Página.    Copyright © 1999-2003 Todos os direitos reservados.